Metodologias Colaborativas para o fortalecimento do Comum: Convivência, Autogestão e Inteligência Coletiva
21717
portfolio_page-template-default,single,single-portfolio_page,postid-21717,theme-stockholm,qode-social-login-1.1.2,qode-restaurant-1.1.1,stockholm-core-1.0.8,woocommerce-no-js,select-theme-ver-5.1.5,ajax_fade,page_not_loaded,vertical_menu_enabled,paspartu_enabled,menu-animation-underline,side_area_uncovered,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.2,vc_responsive

Metodologias Colaborativas para o fortalecimento do Comum: Convivência, Autogestão e Inteligência Coletiva

Texto do Coletivo Etinerâncias para revista de sistematização da A Colaboradora, contanto um pouco sobre as metodologias desenhadas pelo Coletivo para imersão das artistas e Instituto Procomum.

“Esta é uma publicação da Colaboradora – Artes e Comunidades. O projeto, desenvolvido pelo Instituto Procomum em 2018, associa uma rede colaborativa de artistas e criadores a um espaço coletivo de trabalho (o LAB Procomum) e a um processo de formação para a produção cultural e a ação comunitária em defesa do comum. Por um ano, promovemos o intercâmbio de conhecimentos e de produção estética e artística, sempre conectados à noção de comunidade e de território, especificamente nos bairros que conformam a Bacia do Mercado, na cidade de Santos, litoral de São Paulo, Brasil. A partir de relatos e reflexões colhidos entre os participantes (artistas e público) e junto aos gestores do projeto, produzimos este documento cujo objetivo é inspirar outras iniciativas semelhantes.”

 

+ Link

AUTORA

Várias