Quem Somos

EQUIPE

QUEM SOMOS

 

Em 2014, a dupla, ela psicóloga e ele arquiteto urbanista, ambos artistas e educadores, se reuniram em volta de um sonho comum: pensar uma nova proposta de modo de vida e intervenção social.
A vontade era ampliar o trabalho nas intersecções dos campos de educação, saúde e cultura, já realizado por seus integrantes em São Paulo, em favelas e comunidades periféricas para outros espaços e realidades pelo mundo. Motivados pelo compromisso de trabalhar por uma sociedade mais justa e igualitária, superar as opressões vividas por diferentes povos e culturas, a dupla concretizou a união desses desejos na criação e efetivação deste trabalho.
A partir daí, compraram uma Kombi, desmontaram suas casas e se desligaram dos empregos para delinear um projeto itinerante, convocados a intervir nas problemáticas do nosso tempo, com horizontalidade, participação e união, com os quais as intervenções ganham especial significado. Hoje, o trabalho já tem asas, trabalhando junto a mais de 40 grupos comunitários no Brasil, segue construíndo um caminho também na América Latina.

 

Raissa A. Capasso da Silva

Psicóloga, Atriz e Educadora Social CRP 06/113436

Psicóloga pela PUC-SP com ênfase Psicologia Social e Políticas Públicas. Experiência em atuação cênica e contação de história, desde 1999. Trabalha com promoção de direitos humanos e emancipação, desde 2008. Dedica-se ao desenvolvendo de grupos de trabalho, atendimento psicossocial e oficinas em cooperativas, creches, centros culturais, movimentos sociais, movimentos culturais, escolas públicas e ongs nas periferias, favelas e aldeias de São Paulo. Trabalhou como Educadora Social na Ong Alfasol (Alfabetização Solidária) junto à jovens e adolescentes da favela da Vila Prudente e Capão Redondo, facilitando grupos de educação profissional e oficinas de Grafiti, Audiovisual, Teatro, Poesia e Turismo Comuntário. Desta experiência foi publicado o livro “Outros Valores Além do Dinheiro”, com produções autorais dos jovens. Em 2012 participou do projeto universitário “Juventude e Território”, com oficinas de cinema, vídeo e saúde, que foi contemplado pelo Ministério da Saúde (PRÓ-SAÚDE). Foi pesquisadora no Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento no Brasil (PNUD/ONU) realizando intervenções em Direitos Humanos nas penitenciárias brasileiras. Pelo L. P. S. do Instituto de Psicologia da USP, atuou no Projeto Migração e Cultura USP/PUC-SP, realizando Atendimento Psicossocial com imigrantes refugiados na Casa do Migrante. Entre as principais pesquisas científicas estão: “A dimensão subjetiva da desigualdade social: um estudo da vivência da desigualdade social em São Paulo”, com financiamento do PIBIC- CEPE e “Psicologia e teatro: novos olhares a partir da prática do trabalho com grupos”. Atua com formação de educadores e também com profissionais de saúde ministrou aulas de Políticas Públicas em Curso de Especialização do Instituto de Psicologia e Acupuntura. Participa de movimento de plantio de árvores urbanas, sementes crioulas e panc. Hoje, pesquisa e atua com os temas de desigualdade social, direitos humanos, políticas públicas, saberes tradicionais, comunidades, intervenções artísticas, educação popular, saúde e gênero.

Gabriel Kieling

Arquiteto Urbanista, Artísta Plástico e Educador Social CAU A68988-2

Arquiteto Urbanista e Artista plástico e urbano, iniciou suas atividades no âmbito artístico durante a adolescência, através de intervenções urbanas pela cidade de São Paulo com Sticker e Lambe-Lambe, passando por diversas vertentes das artes plásticas como Xilogravura, Stencil, Serigrafia e Pintura. Posteriormente, ingressou no Graffiti levando seus trabalhos para muitas cidades do Brasil e do mundo. Em 2016, participou da exposição “TERRITORIAL Mostra de Artistas da Latinoamérica em LIC Arts Open 6 em Nueva York. Recentemente, realizou murais no projeto “Transitáveis” no Sesc Consolação em São Paulo, mostra de artistas que fazem a transição entre a rua e os espaços privados, recebeu o 1º prêmio por mural no South Shore Art Festival em Chicago – EUA. Como poeta, está finalizando seu primeiro livro e recentemente participou da Exposição “POESIA AGORA” no Museu da Língua Portuguesa. Como estudante de arquitetura teve sua pesquisa “Tecnologias e sistemas construtivos para arquitetura sustentável no Brasil” apresentada no Congresso de I.C. CONIC | SEMESP. Seu artigo e curta-metragem “Intervenção Com Grafite nos Pilares que Sustentam a Cidade” foram publicados no livro “O que será do amanhã?”. Seu TFG-“Conexões e Reconexões Físicas e Visuais do Pq. Dom Pedro II” foi indicado ao Prêmio Ópera Prima. Colaborou com o escritório canadense “The Marc Boutin Architectural Collaborative inc” no desenvolvimento de pesquisa e projetos conceituais de reestruturação urbana de SP, Barcelona e Calgary. Obteve menção honrosa no Concurso Nacional do Museu do Meio Ambiente (Muma) Jardim Botânico do RJ e 3° lugar no Concurso para restauração de imóveis tombados pelo CONDEPHAAT. Realizou pós-graduação – Especialização Arquitetura e Cidade – Desenho Urbano na Urbanização de Favelas e colaborou com diversos projetos de escritórios da capital paulista. É sócio do Núcleo de Arte, Design e Arquitetura, que realiza projetos integrados nas seguintes áreas: Intervenções, Publicações , Mapeamentos, Oficinas, Ilustrações, Comunicação Visual, Projetos de Arquitetura, Restauro, Paisagismo e Urbanismo. Participou de projetos de investigação e editoriais com a temática da mapografia, com destaque a publicação de “São Paulo: cidade e Arquitetura – Um guia”, livro que conta com 10 mapas inéditos de São Paulo produzidos a partir de dezenas de bases históricas. Hoje também dedica-se a educação, ministrando cursos e oficinas em comunidades e centros culturais pelo Brasil, como Oficina Cultural Carlos Gomes e Caixa Cultural Brasília.

quemsomos

 

Atualmente, a dupla recebe projetos de pessoas interessadas em trabalhar no projeto, outros profissionais e convidados, que somam ao grupo.

A kombi, hoje um Ponto de Cultura Itinerante, tem se tornado um espaço de Residência Artístico-Científica para pessoas que buscam vivenciar e desenvolver projetos autorais.