Oficina de Plantio de Árvores
1613
post-template-default,single,single-post,postid-1613,single-format-standard,qode-social-login-1.1.2,qode-restaurant-1.1.1,stockholm-core-1.0.8,woocommerce-no-js,select-theme-ver-5.1.5,ajax_fade,page_not_loaded,vertical_menu_enabled,paspartu_enabled,menu-animation-underline,side_area_uncovered,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.2,vc_responsive

Oficina de Plantio de Árvores

Hoje, a natureza é histórica, inclusive o chamado “meio ambiente”. Seu valor “local” é relativo, ou, em todo caso, relativizado.

Milton Santos

No sábado, realizamos a Oficina de Plantio de Árvores junto às crianças, familiares e funcionários de EMEE Prof. Neusa Bassetto, escola pública dedicada a educação de surdos.

A oficina foi feita em parceria da escola, do Muda Mooca, do SOS Resgate de Abelhas Sem Ferrão e do Etinerâncias! Todo o encontro contou com a tradução simultânia em Libras.

O Muda Mooca e o SOS Abelhas Sem Ferrão ministraram palestras enquanto o Etinerâncias propiciou vivências com as crianças sobre os processos do plantio, a construção grupal do trabalho coletivo e a relação com a terra e as sensações.

Abrimos o encontro com uma dança circular, que o Etinerâncias aprendeu na comunidade do Patrimônio da Penha.

“A terra é nossa mãe, devemos cuidar dela

Unidos, minha gente, somos um…”

Conhecemos também, bastante sobre as Abelhas brasileiras, sem ferrão, sua importância para o meio ambiente e como o grupo vem pensando estratégias para a preservação delas.

E para selar o encontro, realizamos o plantio coletivo de um Ipê Branco.

Todos juntos somos um!

 

 

30/05/2015

Dia de sol em tempo frio.

São Paulo